Seguro Saúde, Assistência Viagem ou Seguro Viagem?

Crédito: Blog Soliant

Oi pessoal, tudo bem? Hoje vou falar de um assunto que dá um nó na cabeça de muita gente mas que é de extrema importância para quem pretende viajar, principalmente ficar muito tempo perambulando por esse mundão. 

Quando eu decidi que queria embarcar nesse projeto a idéia era somente fazer um mochilão, e por isso tinha começado a pesquisar muito sobre o assunto e acabei contratando o seguro saúde bem antes, no fim do ano passado. Claro que fiz tudo ao contrário, mas como pra mim já estava tudo resolvido não vi problema nenhum em não ter seguido “os passos habituais de uma pessoal normal”.  Bem, essa questão do seguro confunde muita gente porque essas nomenclaturas definem produtos aparentemente diferentes mas que possuem muitas vezes, serviços em comum inclusos. Pra facilitar o entendimento, fiz a planilha abaixo que mostra a diferença entre cada um e ajudar a escolher aquele que melhor se encaixa na sua futura viagem:

 Seguro SaúdeSeguro viagem ou Assistência Viagem
Serviços inclusosPresta serviços voltados para a saúde do viajante como consultas médicas, internação, exames, etc.Além da parte médica-hospitalar inclui serviços como extravio de bagagem, indenização em caso de acidentes, perda de documentos, extravios, etc.
Em caso de uso, quem paga os procedimentos?Nesse caso, o viajante arca com os custos dos procedimentos e após o retorno da viagem, entra em contato com a seguradora para solicitar o reembolso.Aqui o viajante entra em contato com a empresa através de um telefone informado por eles e a seguradora se encarrega de encaminhá-lo a um hospital da rede credenciada ou desloca um profissional até o viajante, caso ele não possa se locomover, tudo sem nenhum custo para o segurado.

Mas eu preciso mesmo contratar? É bom, afinal, você está indo para um lugar estranho e nunca se sabe o que pode acontecer. Sem contar que ninguém merece ter a viagem dos sonhos transformada num pesadelo, caso você precise de atendimento médico e não tenha pra onde correr, certo? Ou pior, ter pra onde correr e de repente deixar seu precioso din din da tão sonhada viagem para pagar as despesas médicas. Na boa, não vale a pena arriscar (e sim prevenir!), invista no seguro e seja feliz! Além disso, dependendo para onde você for o seguro saúde é obrigatório, como na Europa, por exemplo. Para circular entre os países que fazem parte do Tratado de Schengen (Uma zona de livre circulação para que o indivíduo possa circular entre eles sem controle de fronteira, ou seja, a partir da entrada no primeiro país membro o viajante pode ficar até 90 dias dentro do espaço) é preciso contratar um seguro com a cobertura de no mínimo, 30 mil euros.  Já para viagens nacionais, o seguro é opcional.

Eu cotei 3 operadoras pra fechar o meu e o que achei bacana de todos é que o seguro é válido no mundo todo, menos no seu país de origem. Logo, você não precisa se preocupar e em fechar vários seguros caso vá para outros continentes. O meu eu fiz pela Real Seguros e o atendimento foi 10 do início ao fim. Liguei algumas vezes pra tirar umas dúvidas e os atendentes são bem atenciosos, recomendo.

Para quem tem cartão de crédito, muitas operadoras oferecem esse serviço para o cliente. É bom entrar em contato para verificar certinho como funciona. Além disso, é importante lembrar de ficar atento as letras miúdas, entender o que realmente está incluso para evitar surpresas desagradáveis no meio do caminho. Para a nossa alegria, recentemente houve um mudança na resolução 315 da SUSEP (órgão que regulamenta as operadoras de seguros) e alguns itens passaram a obrigatoriamente oferecidos pelas seguradoras:

ANTESAGORA
Cobertura de tratamento médico-hospitalares eram oferecidos apenas em parte ou com valor abaixo da cobertura total contratada . Muitas vezes comercializada como assistência viagem, e não como seguro.Agora a cobertura desses itens são obrigatórios para todas as operadoras, e no valor total do seguro contratado .
Caso a operadora fosse acionada era preciso utilizar a rede credenciada da operadora, caso contrário, os custos seriam arcados pelo próprio viajante. O turista tem a liberdade de ir ao médico ou hospital da sua preferência, com a certeza de que poderá solicitar o reembolso posteriormente. Lembrando de levar em conta o limite de cobertura contratado e a ocorrência do acontecido junto a empresa.
Situações de emergência para doenças crônicas ou pré-existentes não eram cobertos ou em algumas operadoras os itens tinham cobertura bem abaixo do valor contratado.Tornou-se obrigatório o atendimento de emergência para esses casos.
Repatriação sanitária (casos em que a passoa precisa ser levada de volta ao país de origem sob cuidados médicos), remoções e transferências para os hospitais no país. Alguns planos já ofereciam esse tipo de cobertura.Todas as operadoras devem oferecer o serviço.
Repatriação funerária (transporte do corpo até o domicílio ou local de sepultamente). Alguns planos também já ofereciam esse tipo de cobertura.Todas as operadoras devem oferecer o serviço.
O atendimento da central poderia estar em outros idiomas, dificultando a comunicação e entendimento do viajante quanto aos procedimentos da operadora em caso de utilização.As operadoras terão que oferecer atendimento em português.

Fique Atento: Seguro Saúde NÃO É Convênio médico, ok? O seguro é só para atendimentos emergenciais, portanto, faça os seus check-ups médicos antes da viagem pra evitar qualquer tipo de transtorno, como já falei acima.  Vá ao médico, veja as vacinas que precisa tomar, faça exames, peça todas as orientações no caso de ser alérgico ou de tomar remédio contínuo, enfim…previna-se! Assim vai poder aproveitar ao máximo e com saúde, que é o principal! As novas regras são válidas para os seguros contratados no Brasil, ou seja, caso você contrate seguros internacionais como o World Nomads, verifique com eles as condições para não ter surpresas.

Deixo claro que os serviços, produtos e empresas citados nesse e em outros posts são indicações pessoais, baseadas nas minhas experiências como consumidora e cliente.

Bjoks e até o próximo post!!!

Agora que você está por dentro de tudo sobre seguros, bora planejar a sua trip! Gostou do post? Comenta aí embaixo e não deixe de compartilhar suas dicas!